Vergílio Ferreira

Exposição “Vasco de Castro – Desenho satírico e pintura ou riso e inquietude”

A Exposição “Vasco de Castro – Desenho satírico e pintura ou riso e inquietude” será inaugurada no próximo dia 19 de novembro, no Museu Municipal Abel Manta, e estará patente ao público até ao dia 31 do próximo mês de dezembro. Esta Exposição integra-se no âmbito das Comemorações do Centenário do Nascimento de Vergílio Ferreira (1916-2016) e pretende homenagear o desenhador satírico e o “pintor inconformado e inclassificável” (Beja Santos), ao apresentar um conjunto de obras escolhidas pelo próprio Vasco de Castro.

Vasco de Castro, ou apenas Vasco, nasceu em Vila Real, Trás-os-Montes, em 1935. O desenhador satírico, pintor e autor do livro de crónicas Montparnasse mon Village, viveu o exílio em Paris, entre 1961 e 1974, tendo publicado os primeiros desenhos na imprensa francesa a partir de 1962, nomeadamente em L’Humanité, France-Observateur, Le Monde, Le Figaro Littéraire, Politique Hebdo, L’ Actualité, etc.
Após o 25 de Abril de 1974, regressa a Portugal, fixa-se em Lisboa e colabora na imprensa portuguesa. O traço agressivo de Vasco de Castro e a ousadia dos temas e figuras caricaturadas tornam-no num dos mais reputados artistas do desenho satírico contemporâneo.

Na pintura, Picasso e Francis Bacon são as suas grandes referências, tendo Vergílio Ferreira afirmado que “Vasco pinta como quem dá tiros e as telas (ou papéis) testemunham a sangria. Pintura brusca, agressiva, com cores nada cordatas. (…) Mas de todo o modo, muito singular e inesperada na nossa feira plástica.”

Em Fontanelas, Vergílio Ferreira e Vasco de Castro cultivam uma longa amizade e a paixão por tudo o que diz respeito à Arte, mais concretamente a literatura e as artes plásticas, tendo o esboço do romance Na tua Face nascido das conversas que Vergílio Ferreira manteve com Vasco de Castro, sobre desenho satírico e pintura, no seu atelier.

Organização: Comissão do Centenário de Nascimento de Vergílio Ferreira, Biblioteca Municipal Vergílio Ferreira, Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta e Município de Gouveia.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *