1940

VELOSO, A., Sobre o humorismo de Eça de Queirós in Brotéria, junho de 1944, VOL. XXXVIII, 696-697;

SIMÕES, João Gaspar, Onde tudo foi morrendo, Diário de Lisboa (Lisboa), 6 de julho (1944).

FERREIRA, Armando Ventura, Onde tudo foi morrendo, de Vergílio Ferreira (resenha), Seara Nova (Lisboa), vol. 24, n.º 901, 18 de novembro (1944), 202-204.

1950

DIONÍSIO, Mário, Mudança, de Vergílio Ferreira (resenha), Vértice (Coimbra), vol. 9, n.º 78, fevereiro (1950), 113-115

1954

GOMES, Raul, “A Face Sangrenta – por Vergílio Ferreira – Ed. Contrapontoin revista Vértice n.º 133, outubro de 1954: 582;

1960

1960

SIMÕES, João Gaspar, “Vergílio Ferreira (Prémio Camilo Castelo Branco)” in Gazeta Musical e de Todas as Artes, n.ºs 112-113, julho-agosto 1960, 94-95;

1962

SOARES; Fernando Luso, Estrela Polar, de Vergílio Ferreira (resenha), Jornal de Letras e Artes (Lisboa), 15 de agosto (1962).

1963

LOURENÇO; Eduardo, O itinerário de Vergílio Ferreira a propósito de «Apelo da noite», O Tempo e O Modo (Lisboa), dezembro (1963)

1966

CRUZ, Liberto, Alegria Breve, de Vergílio Ferreira (resenha), Jornal de Letras e Artes (Lisboa), 22 de janeiro (1966).

FARIA, Almeida, «Alegria breve»: o mais significativo romance, Jornal de Notícias (Porto), 27 de janeiro (1966).

GALHOZ, Maria Aliete, Alegria breve de Vergílio Ferreira (resenha), O Tempo e O Modo (Lisboa), n.º 36, março (1966), 377-382.

1969

LOURENÇO, Eduardo, Acerca de «Mudança», em Mudança de Vergílio Ferreira, Portugália (3ª ed.), 1969, IX-XXVII.

BRÉCHON, Jornal de Notícias (Porto), 10 de abril (1969).

Prefácio, em Alegria breve, de Vergílio Ferreira, Lisboa, Portugália, 2ª ed., 1969, 9-17

1970

1971

BARAHONA, Maria Alzira, Nítido Nulo, de Vergílio Ferreira (resenha), Colóquio/ Letras (Lisboa), n.º 3, setembro (1971), 82-83.

GALHOZ, Maria Aliete, Notas de uma leitura de «Nítido Nulo», de Vergílio Ferreira (resenha), Diário de Notícias (Lisboa), 12 de agosto (1971); 19 de agosto (1971).

1972

PALMA-FERREIRA, João, Vergílio Ferreira. Análise Crítica e Seleção de Textos por, Lisboa, Arcádia, 1972

COELHO; Nelly Novais, «Nítido Nulo»: determinismo ou liberdade de ser?, Diário de Lisboa (Lisboa), suplemento literário, 16 de novembro (1972).

1974

GODINHO, Hélder Paulo Lourenço, O «limite» em «Apelo da noite», Arquivos do Centro Cultural Português (Paris), vol. VII (1974), 529-536.

Godinho, Hélder Paulo Lourenço, O «possível » em »Vagão “J”», Arquivos do Centro Cultural Português (Paris), vol. VIII (1974), 639-647.

1975

SEIXO, Maria Alzira, Rápida, a sombra, de Vergílio Ferreira, em Discursos do Texto, Amadora, Bertrand, 1977, 181-186 [publicado anteriormente em Colóquio (Lisboa), n.º 26, julho (1975), 87-88].
1976

STERN, Irving, Rápida, a Sombra, Books Abroad (Normann, Oklahoma), agosto, 1976.

MENDONÇA, Aniceta de, «O Caminho fica longe», de Vergílio Ferreira e o romance dos anos 40, Colóquio/ Letras (Lisboa), n.º 57 setembro (1976).

STERN, Irving, Rápida, a Sombra, Books Abroad (Normann, Oklahoma), agosto, 1976.

GODINHO, Helder, “A dimensão estética da obra literária”, in Critério nº 7, outubro de 1976, 17-28 e 59-61;

MENDONÇA, Aniceta de, «O Caminho fica longe», de Vergílio Ferreira e o romance dos anos 40, Colóquio/ Letras (Lisboa), n.º 57 setembro (1976).Robert, Alegria breve, de Vergílio Ferreira (resenha), trad. Francesa
1977

DÉCIO, João, Vergílio Ferreira – A Ficção e o Ensaio, São Paulo, Século XXI – Livros, 1977;

SANTILLI, Maria Aparecida, O «Moto-spiritual» de «Mudança» de Vergílio Ferreira: «Stásis» e «Lógos», em Arte e Representação da Realidade no Romance Português Contemporâneo, São Paulo, Cultrix, 1979, p. 111-143.

DAL FARRA, Maria Lúcia, O narrado ensimesmado (O foco narrativo em Vergílio Ferreira), São Paulo, Ática, 1978;

MENDONÇA, Aniceta, O Romance de Vergílio Ferreira – Existencialismo e Ficção, Assis – São Paulo, ILHPA – HUCITEC, 1978;
1979

FARIA, Maria do Céu Novais de, Aparição de Vergílio Ferreira – Contribuição para uma Ficha de Leitura, Didática Editora, 1979;

SANTILLI, Maria Aparecida, O «Moto-spiritual» de «Mudança» de Vergílio Ferreira: «Stásis» e «Lógos», em Arte e Representação da Realidade no Romance Português Contemporâneo, São Paulo, Cultrix, 1979, p. 111-143.

1980

REIS, Carlos, Manhã Submersa, em Língua Portuguesa, vol. 3, Lisboa, Ministério de Educação, 1980, col. Textos Pré-Universitários.

1981

PADRÃO, Maria da Glória, “Fernando Pessoa e Vergílio Ferreira: I. O neorrealismo contra a presença e Casais Monteiro”, in Persona, nº 5, abril de 1981, 39-50;

“Fernando Pessoa e Vergílio Ferreira: II. O Neutro e a Contemporaneidade”, in Persona, nº 6, outubro de 1981, 27-32;

BERRINI, Beatriz, Sobre «Alegria breve», Desígnios (São Paulo), n.º 6 (1981).

GOULART, Rosa Maria B., «Signo sinal» de Vergílio Ferreira. A experiência do real. Arquipélago (Ponta Delgada), 1981

1982

GODINHO, Helder, org., Estudos sobre Vergílio Ferreira, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1982;

1984

LOURENÇO, Eduardo, “À margem de ‘Para Sempre’ – O impossível esquecimento”, in Jornal de Letras, nº 96, 08.05.1984, 9;

COELHO, Eduardo Prado, «Signo sinal» e a resistência do invisível, Colóquio/ Letras (Lisboa), n.º 54, março (1980), e em: A mecânica dos fluidos, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1984.

PADRÃO, Maria da Glória, A paixão de GH segundo «Nítido Nulo». Colóquio/ Letras (Lisboa), n.º 85, setembro (1984).

PAIVA, José Rodrigues de, O espaço-limite no romance de Vergílio Ferreira, Recife, Edições Encontro / Gabinete Português de Leitura, 1984;

1985

GODINHO, Helder, O Universo Imaginário de Vergílio Ferreira, Lisboa, Instituto de Investigação Científica, 1985;

1986

VIEGAS, Francisco José, “Pequeno roteiro vergiliano” in Jornal de Letras, Artes e Ideias, n.º 191, 03.03.1986, 23;

1987

LUCHESSI, Ivo, Crise e Escritura. Uma Leitura de Clarice Lispector e Vergílio Ferreira, Rio de Janeiro, Forense – Universitária, 1987

1989

LASO, J.L. Gavilanes, Vergílio Ferreira – Espaço Simbólico e Metafísico, Lisboa, Publicações Dom Quixote, 1989;

1986

LOPES, Óscar, “’A Face Sangrenta’, contos”, in Os Sinais e os Sentidos – Literatura Portuguesa do Século XX, Editorial Caminho, 1986: 73-74;

1990

1990

GOULART, Rosa Maria, Romance Lírico – O Percurso de Vergílio Ferreira, Venda Nova, Bertrand Editora, 1990;

MOURÃO, Luís, Conta Corrente 6. Ensaio Sobre o Diário de Vergílio Ferreira, Câmara Municipal de Sintra, 1990;

1992

FONSECA, Fernanda Irene, Deixis, Tempo e Narração, Fundação Eng. António de Almeida, 1992;

1994

PEREIRA, Luci Ruas, Vergílio Ferreira: Itinerário de uma paixão, UFRJ/Faculdade de Letras, 1994;

1995

GORDO, António da Silva, A Escrita e o Espaço no Romance de Vergílio Ferreira, Porto Editora, 1995;

MARTINS, J. Cândido, “A motivação onomástica e a ficção de Vergílio Ferreira” in Diacrítica – Revista do Centro de Estudos Humanísticos – Universidade do Minho, n.º 10, 1995: 165-203;

1996

JÚLIO, Maria Joaquina Nobre, O Discurso de Vergílio Ferreira como Questionação de Deus, Edições Colibri, 1996;

_________________________, Aparição de Vergílio Ferreira – Subsídios para uma Leitura, Editora Replicação, 1996;

1998

CARMO, Carina Infante do, Adolescer em Clausura – Olhares de Aquilino, Régio e Vergílio Ferreira Sobre o Romance de Internato, Universidade do Algarve e Centro de Estudos Aquilino Ribeiro, 1998

2000

2000

CUNHA, Carlos M.F., Os Mundos (Im)possíveis de Vergílio Ferreira, Difel, 2000;

RODRIGUES, Isabel Cristina, A Poética do Romance em Vergílio Ferreira, Edições Colibri, 2000;

2001

MOURÃO, Luís, Vergílio Ferreira: excesso, escassez, resto. Angelus Novus, 2001;

2002

Vária Escrita – Cadernos de Estudos Arquivísticos, Históricos e Documentais, n.º 9, Sintra, 2002 [Atas do Encontro Internacional Vergílio Ferreira realizado de 16 a 19 de outubro de 2001]

2003

JÚLIO, Maria Joaquina Nobre, Org., In Memoriam de Vergílio Ferreira, Chiado, Bertrand Editora, 2003;

RUAS, Luci, “Ironia, Riso e Morte em Nítido Nulo, de Vergílio Ferreira”, in Scripta, Belo Horizonte, nº 12, 1º sem.2003, 209-234;

MELO, Alípio de, Vergílio Ferreira de Melo a Cidadão do Mundo, Câmara Municipal de Gouveia / Comissão de Coordenação da Região Centro, 2003;

SOUSA, José Antunes de, Vergílio Ferreira e a Filosofia da sua Obra Literária, Aríon Publicações, 2003;

2004

ALMEIDA, Onésimo Teotónio de, “Vergílio Ferreira e o humor em Eça de Queirós – a propósito do conceito de humor na literatura portuguesa”, in Estudos Anterianos nºs 13/14, abril-outubro 2004, 59-66;

GORDO, António, A Arte do Texto Romanesco em Vergílio Ferreira, Editora Luz da Vida, 2004;

LASO, José Luís Gavilanes, “Notas para o Transitivo Cómico em Vergílio Ferreira”, in Revista … à Beira nº 3, maio de 2004, 7-24;

2006

LIMA, Isabel Pires de, Na tua face by Vergílio Ferreira: ‘…Towards a New Natural Order of Being’” in AAVV., The Value of Literature in and after the Seventies: The Case of Italy and Portugal (eds. Monica Jansen & Paula Jordão, December 2006), pp. 210-241 (disponível em http://dspace.library.uu.nl/handle/1874/29260);

2007

PAIVA, José Rodrigues de, Vergílio Ferreira: Para Sempre, romance-síntese e última fronteira de um território ficcional, Recife, Editora Universitária UFPE, 2007;

PIMENTEL, Manuel Cândido / SOUSA, José Antunes, Org., Vergílio Ferreira no Cinquentenário de Manhã Submersa: Filosofia e Literatura, Universidade Católica Editora,

2008

FONSECA, Fernanda Irene, “Tempo de Mudança: análise de um diário inédito (1944-1949) de Vergílio Ferreira”, In Atas do Colóquio de Homenagem a Fernanda Irene Fonseca, Org. Fátima Oliveira e Isabel Margarida Duarte, Porto, Centro de Linguística da Universidade do Porto/Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2008, 3-28;

MORAIS, Ana Bela, Vergílio Ferreira – Amor e Violência, Livros Horizonte, 2008;

2009

RODRIGUES, Isabel Cristina, A Vocação do Lume, Coimbra, Angelus Novus, 2009;

2010

2010

LOPES, Jorge Costa, As Polémicas de Vergílio Ferreira e uma antipolémica ou polémica do silêncio, Lisboa, Difel, 2010;

SOARES, Maria Almira, Vergílio Ferreira. O Excesso da Arte num Professor por Defeito, Difel, 2010;

2011

PAIVA, José Rodrigues de, Em Nome da Escrita – Estudos sobre Vergílio Ferreira, Recife, Editora Universitária da UFPE, 2011

2014

LOPES, Jorge Costa, Sobre o Riso e o Cómico em Vergílio Ferreira, Âncora Editora, 2014;

SILVA, Paulo Neves da, Vergílio Ferreira. Máximas e Reflexões, Âncora Editora, 2014;

2015

SOUSA, José Antunes / MORUJÃO, Carlos, organ., Vergílio Ferreira da Ficção à Filosofia, Lisboa, Universidade Católica Editora, 2015;

2016

CARDOSO, Luís Miguel, Literatura e Cinema, Vergílio Ferreira e o Espaço do Indizível, Edições 70, 2016;

GOULART, Rosa Maria / SANTOS, Cristina Firmino / ESTEVES, Elisa Nunes / LIMA, João Tiago, organ., Vergílio Ferreira em Évora – Entre o Silêncio e a Palavra Total, Universidade de Évora, âncora Editores, 2016;

RODRIGUES, Isabel Cristina, A Palavra Submersa. Silêncio e Produção de Sentido em Vergílio Ferreira, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2016;

2017

COUTINHO, Ana Paula / LIMA, Isabel Pires de / FRIAS, Joana Matos / LOPES, Jorge Costa, Organ., Vergílio Ferreira – Escrever e Pensar ou O Apelo Invencível da Arte, Câmara Municipal de Gouveia, Âncora Editora, Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, 2017;